Instituto adere à campanha “Não a matança de elefantes”

Voltado à questão do meio ambiente e à sustentabilidade, o Instituto LAP adere à campanha contra a matança de elefantes, uma atividade ilegal que está colocando em risco a biodiversidade nos países africanos.

Os números da crueldade assustam. Recentemente, o presidente do Quênia incendiou 105 toneladas de marfim no Parque Nacional de Nairóbi. O ato foi simbólico para fim da caça ilegal de elefantes.

Atualmente vivem cerca de 500 mil elefantes na África. Segundo estimativa de entidades envolvidas no combate à matança de elefantes, a cada ano 10 mil são abatidos por caçadores ilegais em busca do “ouro branco”.

A China, principalmente, Vietnã e Tailândia são os principais destinatários do comércio do marfim, que tem peso de ouro, e de chifres de rinoceronte. Os clientes são de classes mais abastadas destes países.

“Ter um chifre é como possuir uma Ferrari, é questão de status”, enfatiza ao jornal suíço Le Temps o jornalista investigativo sul-africano, Julian Radmeyer, autor do livro ‘Killing for profit’ (n.r.: Matando por lucros).elefante2

A atividade dos caçadores é extremamente lucrativa. O chifre de um rinoceronte custa mais de 60 mil dólares por quilo, preço superior ao do ouro. O marfim é considerado uma moeda forte e o valor cresce 30% por ano. O mercado de espécies selvagens movimenta cerca de 19 bilhões de dólares. Ele representa um quarto do comércio internacional clandestino, somente atrás do tráfico de drogas, de seres humanos e do contrabando.

A cenário é mais crítico ainda. Em algumas situações, o lucro destas atividades é destinado ao financiamento de conflitos civis e de ações terroristas. Por exemplo, ficou evidente que o grupo Al-Shabaab, da Somália, vizinho ao Al-Quaeda, sustenta as suas campanhas de violência com venda de produtos animais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: