“Peneira” de grafeno, nova solução à dessanilização da água

Uma nova tecnologia está sendo desenvolvida e testada por pesquisadores da Universidade de Manchester, no Reino Unido, para transformar água de mar em potável. A “peneira” de grafeno consegue remover o sal da água do mar e promete resolver o problema de milhões de pessoas.

De acordo com os resultados da pesquisa divulgados pela publicação científica “Nature Nanotechnology”, a peneira criada é feita usando o derivado químico, o óxido de grafeno, e pode ser altamente eficiente na filtragem do sal.

Isso é possível porque o grafeno, descoberto em 1962, possui formas cristalinas de carbono, como o diamante e o grafite. Ele consiste em uma camada fina de átomos de carbono organizada em uma espécie de treliça hexagonal.

De acordo com estimativas da ONU, em 2025, 14% da população mundial irá enfrentar escassez de água. Parte disso deve-se às mudanças climáticas que continuam a reduzir os reservatórios que abastecem as cidades.

Hoje, países investem em projetos de dessanilização com tecnologias ainda ineficientes como as de membranas feitas com polímeros.

Embora as pesquisas estejam avançadas, o cientista Ram Devanathan, do Laboratório Nacional do Noroeste Pacífico/EUA, saliente que a pesquisa necessita de mais estudo, principalmente para a produção de membranas de óxido de grafeno a baixo custo e em escala industrial.

Outro ponto abordado por Devanathan é a durabilidade das peneiras ao contato com a água do mar devido ao acúmulo de sais e de materiais biológicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: